Doria diz que Bolsonaro fez um pacto com a morte

O governador de São Paulo, João Doria, opina que Bolsonaro mentiu em pronunciamento sobre ações do governo na pandemia. Ele considera que Bolsonaro fez um pacto com a morte

O governador de São Paulo, João Doria, disse que Jair Bolsonaro usou como disfarce o pronunciamento feito pela TV na noite da terça-feira (23), para enganar o país. Doria disse que Bolsonaro faz um pacto com a morte.

“É o que ele está acostumado a fazer ao propor cloroquina, não defender vacinas, não usar máscaras, estimular aglomerações e fazer um disfarce, como fez ontem [terça] no seu pronunciamento à nação. Foi um disfarce para enganar o país. Ali está o retrato de um mentiroso”, disse o governador.

Doria, que não foi convidado para a reunião de Bolsonaro com governadores para discutir medidas de combate à pandemia no país. O titular do Palácio dos Bandeirantes disse que a reunião foi uma tentativa de fazer um pacto de união nacional apenas com os que adulam e apoiam o presidente. Segundo Doria, trata-se de um jogo de cena.

As declarações do governador foram feitas durante uma entrega de vacinas no Instituto Butantan, nesta quarta-feira (24), informa a Folha de S.Paulo.

Deixe uma resposta