Vacinação de servidores da Educação e Segurança começa dia 5 de abril em Ribeirão Pires

Anúncio feito nesta quarta-feira (24) pelo governo estadual atende reivindicação realizada pela Prefeitura desde janeiro deste ano. Ver ofício ao final da matéria. 

Ribeirão Pires iniciará em abril a vacinação de profissionais da Segurança e da Educação contra o coronavírus, seguindo cronograma da Secretaria de Saúde do Estado. A ação acontece após o Governo do Estado liberar a imunização destes grupos, atendendo reivindicação da Prefeitura ribeirão-pirense feita em janeiro deste ano.

De acordo com anúncio do Estado feito nesta quarta-feira, dia 24, a vacinação dos profissionais da Segurança Pública – Guardas Civis Municipais, policiais militares, bombeiros, policiais civis e membros da polícia científica, agentes de segurança e da escolta penitenciária que estão na ativa, atuando na proteção da população e na linha de frente contra a pandemia – terá início no dia 5 de abril.

Para os profissionais da Educação, a primeira etapa da imunização terá início no dia 12 de abril. Serão vacinados professores, diretores escolares, inspetores e profissionais com idade a partir de 47 anos que atuam dentro das escolas da rede municipal, estadual e particular. Neste primeiro momento, deverão ser vacinados profissionais do Ensino Infantil ao Ensino Médio.

A gestão do prefeito Clóvis Volpi busca desde o início do ano mais doses do imunizante contra o coronavírus para vacinar os profissionais da Educação e da Segurança. No dia 11 de janeiro a Prefeitura protocolou pedido de reserva de 30 mil doses junto ao Instituto Butantan para realizar a imunização.

Neste mês de março, o município reforçou a busca pelas vacinas com a adesão da cidade ao “Consórcio Municipal Por Mais Vacinas Contra a COVID”, movimento liderado pela Frente Nacional dos Prefeitos que negocia a aquisição de imunizantes com laboratórios.

No dia 11 de janeiro, o prefeito Clóvis Volpi endereçou ofício ao Instituto Butantan solicitando doses da vacina coronavac para a imunização dos profissionais da educação – municipal, estadual e privada – mais recentemente diante de casos de contaminação de guardas municipais o prefeito junto ao Consórcio Intermunicipal do ABC a imunização também de todo efetivo da segurança pública lotada em Ribeirão Pires.

Deixe uma resposta