Mauá terá reforço de 20 novos leitos em meio ao colapso da saúde na região do ABC

Serão 10 novos leitos no Hospital Nardini e 10 contratados na rede particular

A Prefeitura de Mauá segue com as ações para ampliar a assistência médica à população nesta pandemia. O trabalho é realizado para que até o início da próxima semana 10 novos leitos sejam liberados para atendimento a casos graves da Covid no Hospital Nardini. Recentemente, a saúde de Mauá entrou em colapso com 100% dos leitos ocupados. O número de pessoas na cidade que foram ao óbito à espera de leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) devido complicações da Covid totaliza três.

Essa é a segunda vez neste ano que o governo amplia a capacidade de atendimento na rede pública para auxiliar exclusivamente pessoas infectadas pelo coronavírus e que precisam de cuidados especiais.

Em janeiro, a Prefeitura entregou antes do prazo previsto 10 novos leitos – o que à época representou aumento de 50% na capacidade de atendimento do Nardini. Com estes novos leitos, a gestão dobra a capacidade de atendimento na rede pública, totalizando 40 leitos – até o ano passado, Mauá contava com 20 leitos de UTI.

Os 10 novos leitos atendem pedido especial feito pelo Grande ABC ao Estado para evitar o colapso na rede pública de saúde. O governo de São Paulo liberou 120 novos leitos à região.

A Prefeitura também anunciará em breve a contratação de ao menos mais 20 leitos particulares – sendo 10 de UTI e 10 de enfermaria – para ajudar a desafogar a rede municipal. A estrutura a ser utilizada pelo governo é a do Hospital Sagrada Família (antigo Hospital Vital).

Além disso, 57 novos médicos estão sendo contratados emergencialmente para melhorar o atendimento na rede pública.

Mesmo com a ampliação da rede, a Prefeitura de Mauá conta com a colaboração dos munícipes para respeitar os decretos editados com os objetivos de restringir a circulação de pessoas e de evitar o aumento de contágio. Além disso, reforça a necessidade de não aglomerar e respeitar os protocolos sanitários, como uso correto de máscara, higienização das mãos e distanciamento social.

Deixe uma resposta